terça-feira, 29 de maio de 2012

chegado hoje pelo correio e em breve à venda



Fernando Machado Silva, passageiros clandestinos, Ilha do Pico, Companhia das Ilhas, col. azul cobalto

imagem da contracapa de Cristina Viana

7 comentários:

T disse...

Mas tu agora não páras?

Os meus parabéns.

benjamim machado disse...

obrigado, mas isto tudo é só coincidência (e talvez ainda se possa editar mais alguma coisa antes do fim do mundo, eheheh)

cristina disse...

boa!
yeah!!!

benjamim machado disse...

yeah! (mais um para ninguém ler)

je suis...noir disse...

Ben.:sempre tão optimista:)

ps. eu leio!

cristina disse...

ouve lá! isso é espírito antes de editar ou de quem não edita, se o editaste é porque não crês realmente nisso que disseste, senão porquê fazê-lo? já está é bom e é para chegar às mãos e olhos e corações das pessoas, mesmo de quem não tem um (exactamente)

benjamim machado disse...

cris, é claro que se o livro foi editado talvez valha a pena ser lido, mas nem sempre assim é, porém, igualmente verdade, é o número cada vez mais decrescente de leitores de poesia, ainda para mais num meio literário, o português - que é o que eu conheço - em que raras são as vezes em que alguém lê um estranho, um desconhecido e não um amigo. o "primeira viagem" não tem tido muita saída e temo que este irá pelo mesmo caminho, infelizmente, embora, para mim, seja bem melhor, mais maduro, mais conseguido, mais coeso. só espero conseguir, numa única pessoa que seja, aquilo que quero sempre, tocar.