sexta-feira, 22 de outubro de 2010

informação com à parte



de cada vez que fui à lura dos livros (uma livraria em tavira, que fiquei curioso de ir espreitar - já que agora estou em cabanas - quando passei por uma posta da sylvia beirute que ligava a outra posta de um outro blog) não me arrependi. foram duas, também, até agora.

da primeira trouxe georges steiner (heidegger), j.d. salinger (nove contos), georges perec (o homem que dorme), manuel da silva ramos (jesus-the last adventure of franz kafka), bruno monari (das coisas nascem coisas, este para a cris) e kirkeegard (a minha obra como escritor).

desta vez - arranjando a desculpa de que celebrávamos meses por cima de anos - trouxe para a cris o primeiro volume de três de uma colectânea de ilustrações (illusive - contemporary illustration and its context) e para mim quatro* (que, se pedirem muito e se eu conseguir, irei traduzindo aos poucos e postando aqui): philip larkin (collected poems), galway kinnel (the book of nightmares), robert frost (a boy's will and north of boston) e sylvia plath (crossing the water, transitional poems - ou seja, os que ficaram entre "the colossus" e "ariel").

entretanto vou continuando as minhas leituras diárias: jacques derrida (l'animal que donc je suis), roberto esposito (bios), manuel da silva ramos (o tanatoperador) e manuel de freitas (a última porta).

ah, se tiverem bom olho trazem os livros a um preço bem barato, melhor, têm de se demorar a olhar, a tocar, a cheirar. se passarem por tavira vão lá. se passarem por cabanas, avisem e eu e a cris cozinhamos, enquanto o vila põe ordem na rua e nos pede petiscos.

*para quem esteja a pensar que gasto mais dinheiro comigo do que com a cris, está enganado.

2 comentários:

Anónimo disse...

fantástico!

uma livraria ao lado de casa. estás feito...

já anotei a morada. como dizem na bolivia: "cartitas recibirás/ pero a mi persona/ nunca la verás"

eh eh eh

abraço e boas leituras!

(ainda não encontrámos "a" casa. a paciencia está quase a esgotar-se e a barriga a crescer. a dela, claro. mas está tudo bem. em grande.)

filipe

benjamim machado disse...

pois, é tramado quando assim acontece e até me tenho controlado senão tenho de começar a vender os livros para comer e pagar contas.

mas olha, diz-me o que procuras para a casa: local, nº de quartos, preço, etc. e no meu tempo livre vou pesquisando e enviando-te umas hipóteses.

fico à espera das duas (cartas e base de procura).

grande abraço e beijos